A IMPORTÂNCIA DA VITAMINA D


Enquanto os cientistas se referem a vitamina D como uma vitamina, é realmente um hormônio esteroide obtido a partir de exposição ao sol, fontes de alimentos e suplementação.

Em 1922 uma substância foi isolada e identificada como tendo origem na alimentação.

Na época, a denominação das vitaminas era sequencial e já haviam sido isoladas as vitaminas A,B e C. Dessa forma, a nova descoberta recebeu o nome de vitamina D.


No entanto, as vitaminas não são sintetizadas no organismo e são conseguidas por meio da alimentação. A vitamina D, pelo contrário, é sintetizada pelo organismo humano sendo um pré-hormônio. Os tipos comuns de vitamina D são: colecalciferol (D3), de origem animal, e ergocalciferol (D2), de origem vegetal. Comparada a D2, a vitamina D3 é 87 por cento mais eficaz, e é a forma preferida para lidar com níveis insuficientes de vitamina D.


A síntese da vitamina D nos organismos animais está relacionada com a exposição à luz solar, mais especificamente aos raios ultravioletas B (UVB), abundantes entre às 10 e 14 horas (quanto mais próximo do meio-dia, maior é a incidência de raios UVB) (fonte). A incidência desses raios solares na epiderme (em contato com a gordura que nosso corpo produz depositada sobre a nossa pele) promove a transformação de um derivativo do colesterol (o 7-DHC) em colecalciferol. A fase seguinte se dá pela corrente sanguínea. No fígado, ele é convertido em 25-hidroxi vitamina D (ou calcidiol)e, quando é finalmente transportado aos rins, sofre a última transformação química e se torna a vitamina D (ou calcitriol).


Um crescente corpo de evidências mostra que a vitamina D desempenha um papel crucial na prevenção de doenças e na manutenção de uma boa saúde. Há cerca de 30 mil genes em seu corpo, e a vitamina D afeta quase 3.000 deles, bem como os receptores de vitamina D localizados por todo o seu corpo.

De acordo com um estudo em grande escala, os níveis ideais de vitamina D podem reduzir o risco de câncer em até 60 por cento. Manter seus níveis otimizados pode ajudar a prevenir pelo menos 16 tipos diferentes de câncer, incluindo o de pâncreas, pulmão, ovário, próstata e câncer de pele. Além disso, a vitamina D pode construir as suas defesas contra o câncer por: Tornar a autodestruição das células mutantes mais eficaz (que podem se replicar e causar câncer); Reduzir a produção e disseminação de células cancerosas; Ajudar na diferenciação de células (células cancerosas não são diferenciadas);

Impedir a formação de novos vasos sanguíneos a partir de pré-existentes (o que pode ajudar a parar a progressão de tumores benignos em cancerosos); A vitamina D pode também ajudar a reduzir o risco de outras doenças como o diabetes tipo 2, a inflamação crônica, a degeneração macular relacionada com a idade (o principal causa de cegueira), e Mal de Alzheimer.

A vitamina D também possui habilidades no combate à infecções como no tratamento da tuberculose, pneumonia, resfriados e gripe. Ela também pode melhorar o controle das crises em epiléticos.

Além dos benefícios obtidos pelo aumento da vitamina D, o sol também proporciona o alívio de uma ampla variedade de problemas de saúde, devido a mecanismos independentes da vitamina D. Seguem alguns benefícios de tomar sol: Melhora o humor e energia, através da liberação de endorfinas; Melhora a regulação da melatonina e sincronização de seu biorritmo; Suprime os sintomas de fibromialgia e esclerose múltipla; Trata doenças de pele (incluindo psoríase, vitiligo, dermatite atópica, e esclerodermia) e infecções resistentes a antibióticos, tais como MRSA; Trata a tuberculose, a icterícia neonatal e, possivelmente, leucemia-linfoma de células T do adulto (LLcTA). Os pesquisadores descobriram que a luz solar desencadeia a produção de óxido nítrico em sua pele. Por que isso é importante? Porque o óxido nítrico é crucial para manter a pressão sanguínea saudável, ajuda a prevenir a aterosclerose, e desempenha um papel na modulação da função do sistema imunológico.

A melhor e mais completa fonte de vitamina D é o sol!

Uma pessoa adulta de pele muito clara nua irá sintetizar 5.000 UI de vitamina D em 5 minutos de banho de sol ao meio-dia na latitude da linha do Equador. Cinco minutos por dia é tudo essa pessoa (de pele muito clara) precisa para obter o seu nível ideal. Em pouco mais de meia hora, esta pessoa consegue obter a quantidade necessária para se ter uma boa saúde por toda a semana. O corpo pode sintetizar mais de 20.000 UI de vitamina D por dia, desde que não esteja deficiente em magnésio, que é necessário para o processo.

Quanto mais distante você estiver da linha do Equador, do verão, do meio-dia, ou se estiver em dias nublados ou com ar poluído e quanto mais bronzeado ficar, menos vitamina D será sintetizada por sua pele.

Uma pessoa de pele negra só irá sintetizar um sexto daquilo que uma pessoa de pele branca sintetiza ao tomar sol. Pessoas de pele negra possuem muito mais de risco de deficiência de vitamina D em latitudes temperadas e frias.

Idosos também necessitam de suplementação oral de vitamina D3. Eu não uso mais protetor solar diariamente, apenas óleo de coco extravirgem no rosto e pescoço. E quando me exponho ao sol por muito tempo, após ficar avermelhada (sem queimadura), passo um pouco de filtro solar orgânico (fator 30) somente nos ombros e rosto (nas áreas que ficaram levemente bronzeadas). Nunca faça suplementação sem auxílio de um profissional especializado!


Dra Simone Neves

Homeopata- Naturopata Ortomolecular- Fisioterapeuta

Gerontóloga- Especialista em Geriatria e Gerontologia

Especialista em Nutriendocrinologia

Personal Coach & Professional Health Coach na Empresa Consult Saúde e Associados

Diretora Administrativa - na empresa La Residence - Centro Residencial Geriátrico

#DraSimoneNeves

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Contato:

(21) 97336-8030

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon